Os alunos da Escola Municipal Luiz Augusto Crispim, no Bairro do Ipês, receberam na noite da última  terça-feira (5), o Projeto ‘Procon-JP Faz Escola’ da Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor que levou, além da palestra sobre o Código de Defesa do Consumidor (CDC), uma peça de teatro sobre os direitos do cidadão enquanto consumidor para a sala de aula.

Esta é a segunda vez em que o grupo teatral Cara Dupla faz a abertura da palestra do projeto Procon-JP Faz Escola, encenando situações do dia a dia do consumidor. “O projeto piloto de levar uma peça de teatro para a Escola Cidadã Integral Técnica João Roberto Borges no dia 31 de outubro, em Mangabeira, teve tanta receptividade que decidimos inserir a performance dentro do projeto”, explica o secretário Helton Renê.

O titular do Procon-JP salienta que “quanto mais atrativa for a forma de repassar a informação, mais teremos disseminadores do CDC, e é esse o objetivo do projeto:  ampliar a difusão do CDC junto aos jovens e adultos e, através da informação dos direitos, criar disseminadores da legislação consumerista. Agora já sabemos que a forma lúdica atinge as pessoas mais rapidamente”.

Obrigação – Helton Renê salienta que a educação/prevenção consumerista está prevista na política nacional do procons brasileiros. “O Código de Defesa do Consumidor prevê isso, então, temos a noção de que temos a obrigação de trabalhar a prevenção através da divulgação da legislação consumerista de forma sistemática. Não podemos apenas trabalhar a punição depois que o problema está instalado porque aí não sairemos do lugar”.

Calendário – O calendário de 2019 para solicitação das palestras continua aberto e qualquer instituição de ensino ou entidades de classe pode solicitar as palestras do ‘Procon-JP Faz Escola’ diretamente na sede da Secretaria, na avenida Pedro I, 473, Tambiá. O agendamento só poderá ser confirmado através de ofício.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Send this to a friend