R7: O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais confirmou na noite desta quinta-feira (5) que a professora Heley Abreu Batista, de 43 anos, e outras duas crianças não resistiram às queimaduras e morreram.

O menino e a menina, ambos de 4 anos, estavam sendo transferidos de Montes Claros para Belo Horizonte e não resistiram.

O menino estava com 90% do corpo queimado e a menina com 80%.

Antes deles, outras quatro crianças e o autor do ataque haviam morrido. Portanto, até agora, são sete mortos no total.

Até o momento, oito pessoas morreram, sendo seis crianças, a professora e o autor do ataque na creche de Janaúba.

 

O ataque

Damião Santos chegou à creche por volta das 9h para entregar um atestado médico, já que não tinha ido trabalhar na véspera. Ao chegar ao local, ateou fogo ao próprio corpo e a dezenas de crianças.

Ao todo, Santos fez 30 vítimas, sendo 26 crianças e quatro adultos. Deste total, seis crianças e o suspeito morreram, segundo o Corpo de Bombeiros.

Buscas foram feitas na casa de Santos e foram encontrados galões de combustível no local. Segundo a polícia, ele disse à família, na última terça-feira (3), que se mataria em breve, dando um presente a todos.

Balanço da tragédia em Janaúba (MG):

MORTOS: 8, sendo 6 crianças, o vigia e uma professora
FERIDOS: 23, sendo 21 crianças e 2 adultos

Local de internação dos feridos:

Montes Claros – 12 crianças hospitalizadas
Belo Horizonte – 4 crianças hospitalizadas
Hospital de Janaúba – 2 adultos hospitalizados
Hospital Fundajan – 5 crianças hospitalizadas

 

R7.COM.BR

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.