O deputado Alexandre Frota (PSDB-SP) disse que, se pudesse, o presidente Jair Bolsonaro demitiria quase toda a Câmara dos Deputados, inclusive o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Segundo Frota, caso o presidente tivesse esse poder, poderiam restar só uns 50 dos 513 deputados atuais. Apenas os liderados pelo seu terceiro filho, Eduardo Bolsonaro(PSL-SP), continuariam.

“Bolsonaro se pudesse ele demitiria quase toda Câmara. Incluindo você viu, Rodrigo Maia. Só ficariam dos 513 uns 50 liderados claro pelo embaixador da Disney e pela Bruxa do 71”, escreveu Alexandre frota no Twitter na manhã desta sexta-feira (10). Frota ainda fez questão de marcar o presidente Bolsonaro e os seus três filhos mais velhos no post. Veja:

 

A declaração de Frota foi dada poucas horas depois de Bolsonaro criticar outros de seus ex-aliados para defender a possível sanção do fundo eleitoral de R$ 2 bilhões. Bolsonaro chamou Joice Hasselmann (PSL-SP) de “fofucha” e Kim Kataguiri de “japonesinho pitoco” para afirmar que poderia sofrer um impeachment caso vetasse o fundão, como deseja parte de seu eleitorado.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Send this to a friend