Na sessão desta ordinária desta quinta-feira (24), o debate sobre o reajuste da tarifa de energia elétrica no Estado abriu espaço para o um encaminhamento de uma solicitação à concessionária de energia na Paraíba, a Energisa, para que ela repasse à Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) a planilha de custos da empresa. O pedido foi feito para que seja analisado o aumento de cerca de 15% nas tarifas, que passa a vigorar a partir da próxima segunda-feira (28).

A discussão começou com a vereadora Raíssa Lacerda (PDL) se posicionando contra o aumento e denunciando irregularidades nas contas. Segundo a parlamentar, mesmo famílias passando um mês de férias fora da residência, a empresa contabiliza a conta de energia por uma média dos meses anteriores, e não pelo que consumiu. “Isso é crime”, acusou a parlamentar.

O vereador Marcos Henriques (PT), que já havia se pronuciadoo na tribuna da Casa contra o aumento da tarifa, sugeriu que a procuradoria da Câmara possa atender às famílias que foram prejudicadas com irregularidades nas contas de energia e propôs, ainda, a elaboração de um requerimento solicitando à Energisa a planilha de custos da empresa para justificar o aumento na tarifa.

A vereadora Raíssa Lacerda afirmou que vai elaborar um requerimento em nome de todos os vereadores da Casa solicitando o documento à empresa.

About The Author

Related Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published.