Os Deputados distritais Chico Vigilante (PT) e Robério Negreiros (PSDB) quase trocaram agressões físicas após uma áspera discussão nesta quinta-feira (19/10).

A confusão ocorreu durante sessão da Comissão de Fiscalização, Governança, Transparência e Controle (CFGTC), na qual o secretário de Saúde, Humberto Fonseca, apresentava relatório de gestão da pasta.

Em determinado momento, o petista disse que não está sendo cumprida a lei que determina a recontratação de vigilantes de uma empresa pela sucessora quando há mudança na companhia que presta o serviço.

Ao escutar o discurso do colega pelo sistema de som, Negreiros deixou o gabinete para confrontá-lo. Ao sentar à mesa da CFGTC, o tucano comentou a investigação sobre um suposto desvio de R$ 2,6 milhões do Sindicato dos Vigilantes, entidade da qual o petista é dirigente.

Chico Vigilante reagiu aos berros e, em tom igualmente hostil, o tucano mandou o colega falar baixo. Em seguida, quase atingiu a mão do petista ao desferir um tapa na mesa. Ambos se levantaram. Nesse momento, a segurança da Casa e o deputado Rodrigo Delmasso (Podemos) apartaram os dois.

Veja o Vídeo:

À reportagem, o petista atacou o colega. “A lei, de minha autoria, que exige recontratação mesmo com a troca da companhia não foi cumprida. Isso ocorreu porque ele [Robério] quer o voto desses vigilantes”, disparou.

Decoro
O presidente da Comissão de Ética e Decoro Parlamentar, Ricardo Vale (PT), afirmou que vai tomar conhecimento dos fatos para analisar se os parlamentares infringiram o código de ética da Câmara Legislativa. “É lamentável que isso tenha ocorrido”, disse.

 

Fonte: Metrópoles

Foto: Reprodução do You Tube

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Send this to a friend