Política

Diego Tavares nega aliança com Ricardo Coutinho e gera indefinição sobre saída do governo Luciano Cartaxo

O secretário de Desenvolvimento Social da Prefeitura de João Pessoa, Diego Tavares, apontado com um dos auxiliares da gestão municipal que pode vir a disputar a sucessão de Luciano Cartaxo (PV), deixou indefinido o seu futuro político ao revelar que não há até o momento qualquer definição para sua desincompatibilização do governo municipal, cujo prazo limite é até a próxima quinta-feira(4), considerando o atual calendário eleitoral que prevê eleições para prefeito e vereador em outubro.

Diego Tavares também tratou de afastar especulações em torno de uma aliança com o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB).

Diego Tavares, que é filiado ao PV e primeiro suplente da senadora Daniella Ribeiro, do Progressistas, reforçou que não tem pensado em política, porque o seu foco tem sido o cuidado com as pessoas, “sobretudo nesse momento difícil pelo qual passamos”.

“Estamos enfrentando a maior crise sanitária dos últimos cem anos, mas, também, enormes crises nas áreas social e econômica, meus últimos 60 dias tem tido dedicação exclusiva em prestar assistência para as pessoas de alta vulnerabilidade social”, disse Diego Tavares.

 

 

Bastidores da Política PB

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar