Em reunião realizada ontem na sede do PRTB, seis partidos já se anteciparam, antes mesmo do prazo final de filiações de 7 de abril, e decidiram marchar juntos para disputar as eleições de deputados estadual e federal nas eleições de outubro.

Além do PRTB, estiveram presentes na reunião dirigentes do PPS, Rede, PV, DEM e Podemos. Os seis partidos juntos já somam mais de 70 candidatos a Assembleia e em torno de 20 nomes para a Câmara Federal. Algumas dessas legendas farão aliança apenas no âmbito estadual e outras para o Congresso Nacional.

O presidente do PRTB, Fábio Carneiro, disse que a decisão destas legendas em se unirem desde já “passa uma segurança a todos os candidatos que já estão filiados e os que ainda estão procurando coligações que ofereçam a possiblidade de se competir em boas condições de competitividade”.

Já o vice-presidente do PPS, Ronaldo Guerra, defendeu que essas seis legendas passem a atuar como se fossem um único partido a partir desta reunião. “O importante é que se respeite os mesmos critérios de disputas para que fique bem claro quais são as regras e os objetivos que iremos alcançar”.

Um dos coordenadores da Rede presentes à reunião, Gerson Vasconcelos, disse que este grupo de partidos precisa estar aberto também a outras legendas que venham somar e tenham o mesmo perfil, podendo a aliança ser feita separadamente para deputado federal e para os que pleiteiam um
mandato legislativo.

Estiveram presentes à reunião os dirigentes partidários Sargento Denis e Maristela Mendonça, pelo PV, Raoni Mendes, do DEM; Fábio Carneiro e Eduardo Carneiro, PRTB; Bruno Farias, Nonato Bandeira e Ronaldo Guerra, PPS; Galego do Leite, do Podemos; e pela Rede Sustentabilidade Gobira, Ronaldo Luiz, Gerson Vasconcelos, Luciano Angelim e Emanuel Furtado.

Leave a Reply

Your email address will not be published.