O presidente da Assembleia Legislativa e candidato a Deputado Federal Gervásio Maia (PSB), avalia que a  possibilidade de abstenção de votos  não o preocupa, mas sim aos políticos que não cumpriram com o dever de casa.

O parlamentar  opinou que se há uma parcela de indecisos, eles deverão optar por aqueles que estão dentro de um melhor projeto. Os indecisos não vão optar por aqueles que não fizeram “nem a metade da metade que o seu time fez”, através de Ricardo Coutinho, considerado o melhor governador do Brasil.

Gervásio avaliou que tem, realmente, muita gente se preocupando com isso, mas afirmou estão focados nas propostas, nas ideias que serão trabalhadas no futuro, pois é um time que sabe o quer e muito mais aonde quer chegar.

“Se não fosse assim, Ricardo teria deixado o cargo de governador para ser senador. Aqui não existe luta pelo poder. Aqui existe luta por um projeto e Ricardo Coutinho vem dando sinais e exemplos disso o tempo todo. Deve ter muita gente preocupada, mas nós não. Estamos focados no projeto trabalho, no projeto Paraíba”, disse.

Indagado ainda se essa eleição seria uma espécie de plebiscito na qual o povo vai ficar contra aos que não trabalharam e aos que ficaram contra a classe trabalhadora, Gervásio respondeu que pertence a um projeto que revolucionou a Paraíba e que a colocou em patamares que há muito tempo não se alcançava.

“Eu sou candidato a deputado federal por esse projeto e encontro uma receptividade muito grande. Agora sei que muitos do que não cumpriram com as suas promessas em outros pleitos, estão encontrando uma resistência muito grande. O nosso time que tem participado desse projeto do PSB está transitando muito bem pelos 223 municípios”, atestou.

O presidente ressaltou ainda que vem correndo muito porque a campanha é muito curta, mas o passado e o que estão propondo no presente para o futuro é algo que interessa muito às próximas gerações.

“A Paraíba de hoje não se compara com a de antes, isto é fato. A Paraíba vive hoje um novo tempo e isso é visível por todos. Ninguém quer voltar ao passado”, completou.

Leave a Reply

Your email address will not be published.