A coordenação do Programa João Pessoa Cidade Criativa da Unesco firmou parceria com a Federação das Indústrias da Paraíba (Fiep) para gestão compartilhada do Laboratório de Inovação Cultural (Labin). O projeto também tem como parceira a Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

A equipe do João Pessoa Cidade Criativa foi recebida pelo presidente da Fiep, Francisco de Assis Benevides Gadelha, e, no encontro, foram apresentadas as ações desenvolvidas pelo programa e confirmada a participação da Fiep.

O Laboratório de Inovação Cultural de João Pessoa irá propor, gerenciar ou executar projetos e ações no âmbito da economia criativa, apoiando o Programa João Pessoa Cidade Criativa da Unesco, visando apresentar soluções alternativas, criativas e inovadoras em projetos que promovam um desenvolvimento mais harmônico, socialmente mais justo e ambientalmente mais responsável, estimulando e respeitando a diversidade cultural.

A coordenadora do Programa João Pessoa Cidade Criativa da Unesco, Marianne Góes, comentou que o encontro foi essencial para a renovação de parcerias e o planejamento de novas ações.

Eduardo Barroso, também coordenador do Programa, acrescentou que participar da Rede Cidades Criativas não é fácil, tanto que apenas 180 cidades de todo o mundo estão incluídas, mas João Pessoa tem todo o potencial para se destacar, pois está bem encaminhada na área do artesanato e arte popular.

“Construímos um dossiê e fomos aprovados pela Unesco com um compromisso de ações inicialmente de cinco anos, através do qual deixaremos um importante legado para a cidade”, disse Barroso.

Cidades Criativas – É um programa das cidades brasileiras que fazem parte da Rede das Cidades Criativas da Unesco. Atualmente, oito cidades brasileiras integram a rede: Belém, Florianópolis e Paraty (cidades criativas no segmento gastronômico); Brasília e Curitiba (design); João Pessoa (artesanato); Salvador (música) e Santos (Cinema), sendo João Pessoa a única no segmento de artesanato e cultura popular.

As cidades da rede trabalham em busca de dois objetivos comuns: colocar as indústrias criativas e culturais no centro dos planos de desenvolvimento locais e cooperar ativamente por meio de parcerias entre cidades em âmbito internacional.

O título da Unesco coloca João Pessoa em uma seleta lista mundial de cidades reconhecidas por contribuir com o desenvolvimento urbano com projetos e ações que respeitam a valorização e diversidade cultural e ambiental. Através do programa João Pessoa Artesã, coordenado pela primeira-dama, Maísa Cartaxo, a Prefeitura Municipal de João Pessoa estimula e reforça iniciativas que tornam a criatividade um fator determinante para o desenvolvimento local.

Algumas ações em andamento do Programa João Pessoa Cidade Criativa da Unesco:

Concurso Fotográfico João Pessoa Cidade do Meu Afeto – O objetivo da iniciativa é, além de promover a criação artística, estimular uma reflexão sobre o sentimento de pertencimento e da importância de amar o local onde vivemos.

Oficina Criativa de Introdução à Gravura – Com tema “Iconografia do Centro Histórico de João Pessoa”, a oficina acontecerá no Hotel Globo, de 29 de julho a 1 de agosto 2019, e será ministrada por Túlio Paracampos, designer, artista plástico, gravurista e ceramista, um dos grandes expoentes do Nordeste.

Saberes e Sabores – O projeto consiste em identificar os pratos da culinária da Paraíba presentes na memória emocional de seus habitantes, para poder reinseri-los nos cardápios dos restaurantes de João Pessoa, de modo mais atual e cenográfico. Esse novo modo de apresentação dos pratos típicos foi resultado de uma oficina criativa propondo a utilização de travessas e vasilhames produzidos localmente por artesãos ou pequenas empresas, gerando uma demanda constante e crescente por esses produtos, criando assim uma espiral virtuosa, unindo a gastronomia com o artesanato através do design.

Cartografia das Singularidades Culturais – Identificar, documentar e difundir as singularidades culturais da cidade por meio de uma plataforma digital que apresente, em sete mapas, um para cada segmento da economia criativa definidos pela Unesco, o que de mais relevante e único João Pessoa oferece. Será um guia da cidade mostrando cartograficamente a localização dos ativos culturais mais relevantes e os espaços de criação, produção e comercialização mais expressivos.

II Salão de Design da Paraíba – Destinado a estudantes e profissionais do design, tem como objetivo a identificação e valorização do design na Paraíba, por meio da exibição de projetos selecionados. O salão, em sua segunda edição, será caracterizado por uma mostra, um prêmio, palestras e workshops. Acontecerá de 5 a 15 de novembro, no Celeiro Espaço Criativo.

Encontro das Cidades Criativas da Unesco da América Latina – Após o Ecriativa, João Pessoa deixará a marca do seu pioneirismo reunindo as 24 cidades latino-americanas da Rede de Cidades Criativas da Unesco. O evento está previsto para 2020.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Send this to a friend