Um jovem britânico ficou com a cabeça presa dentro de um micro-ondas enquanto realizava uma “pegadinha” para o YouTube. Pelo Twitter, o Serviço de Incêndio de West Midlands, cinco bombeiros prestaram socorro ao homem de 22 anos, que havia se “cimentado”, do pescoço para cima, no interior do eletrodoméstico.

A operação para libertar a cabeça do jovem durou uma hora e levou tensão à residência de Fordhouses, em Wolverhampton, na região central do Reino Unido. Amigos conseguiram inserir um tubo na boca do britânico para que ele respirasse enquanto continuava preso ao micro-ondas. O autor da “pegadinha” não teve a identidade revelada.

“Nós não estamos impressionados”, destacou o Corpo de Bombeiros na rede social. O comandante Shaun Dakin destacou que o homem “poderia facilmente ter se sufocado ou ficado seriamente ferido”.

De acordo com Dakin, o jovem e um grupo de amigos misturaram sete sacos de um produto usado para preencher buracos e rachaduras em paredes drywall e estruturas de madeira e gesso. O composto foi despejado entre a cabeça do britânico, que estava “protegida” por uma sacola plástica, e o micro-ondas.

O eletrodoméstico não estava plugado na tomada ao momento da “pegadinha” — servia apenas como um molde, de acordo com os bombeiros. A mistura logo se solidificou. Quando o socorro chegou, os amigos já tentavam salvar o homem por uma hora e meia.

Micro-ondas ficou preso na cabeça de jovem
Micro-ondas ficou preso na cabeça de jovem Foto: West Midlands Fire Service

Uma equipe técnica do serviço de Midlands ajudou a tirar o micro-ondas, o que só ocorreu após uma hora de trabalho.

“Todo o grupo envolvido estava engajado (em salvar o homem), mas isto foi claramento um chamado que poderia ter nos impedido de ajudar outra pessoa em necessidade genuína e acidental”, refletiu o comandante.

Agentes prestam socorro
Agentes prestam socorro Foto: West Midlands Fire Service

EXTRA

Leave a Reply

Your email address will not be published.