O prefeito Luciano Cartaxo apresentou, nesta segunda-feira (11), em Cracóvia, na Polônia, as ações de incentivo à economia criativa já desenvolvidas pela Capital paraibana no XII Fórum Internacional de Cidades Criativas da Unesco. A participação de João Pessoa no encontro marca a posse da cidade no grupo seleto de 180 reconhecidas pela criatividade no mundo, distribuídas em 72 países. Com título conferido pelas Nações Unidas em novembro do ano passado, João Pessoa é a única cidade no Brasil considerada uma referência pela riqueza do artesanato e da cultura popular.

No encontro, com representações de todas as regiões do mundo, o prefeito Luciano Cartaxo apresentou um vídeo que mostra as belezas, monumentos históricos, equipamentos públicos e programas de referência da Capital. Mesmo ingressando na rede há poucos meses, João Pessoa já se tornou uma referência no país, com a implantação do Celeiro, espaço de exposição e comercialização do artesanato paraibano, o início do programa AnimaCentro, de ocupação cultural no Centro Histórico, junto com a realização do primeiro Encontro de Cidades Criativas da Unesco do Brasil (ECriativa).

“Nossa presença neste evento da Unesco, além de representar a posse de João Pessoa no Fórum de Cidades Criativas, cumpre o objetivo de integrar nossa Capital ao movimento de cidades marcadas pelo incentivo à economia da cultura, que impulsiona o capital humano e o desenvolvimento sustentável, melhorando a qualidade de vida da população”, explicou Cartaxo, que também participou este ano de missões internacionais do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), na rede mundial de cidades sustentáveis.

Painel – O prefeito acrescentou que o Fórum da Unesco é outro momento que está sendo aproveitado pela gestão municipal para promover a boa imagem de Capital paraibana no mundo, atraindo novos visitantes. Durante o encontro, o gestor irá conhecer as experiências bem-sucedidas de outros municípios, além de apresentar um segundo painel na Mesa-Redonda sobre Criatividade e Desenvolvimento Sustentável, junto a outros prefeitos e gestores públicos da rede mundial de cidades. “Vamos mostrar os passos seguintes do programa João Pessoa, Cidade Criativa, com a implantação do Laboratório de Inovação Cultural, a Fábrica de Artesanato e a I Feira Internacional de Economia Criativa, que vem sendo construída junto com o Sebrae e outras entidades parceiras”, apontou.

Leave a Reply

Your email address will not be published.