Na Sessão Ordinária desta quarta-feira (20/03) na Câmara Municipal de João Pessoa foi votada a concessão de Título de Cidadão Pessoense ao atual Presidente da República Jair Bolsonaro.

Votaram contra a concessão os vereadores Marcos Henriques, Sandra Marrocos e Tibério Limeira, que defendem não haver motivos para tal honraria, já que o atual Presidente, em vez de benefícios à cidade, ao estado ou país, vem promovendo um verdadeiro desmonte do país, acabando com programas sociais, como o ‘Mais médicos’, que deixa desassistida grande parte da população, também vem defendendo uma reforma da previdência que vai acabar com atual sistema previdenciário do país, sacrificando toda a classe trabalhadora, também vem sucateando as empresas públicas, visando à privatização e o ‘entreguismo’ da nossa soberania, e por agora, viaja aos Estados Unidos, praticamente oferecendo o país ao atual presidente americano.

“Isso é um desrespeito a toda a classe trabalhadora e toda população que assiste a miséria crescer no país, que vê o sonho da sua aposentadoria não mais acontecer e os programas sociais que assistiam grande parte da população serem extintos, agravando o quadro de assistência social, que produzirá futuramente um grave panorama econômico e social”, alerta o vereador Marcos Henriques.

“Não só discordo desta concessão, como considero ilegal, por ferir o regimento interno, onde se exige que para conceder o Título de Cidadão, o homenageado precisa ter concedido relevantes serviços ao município. Que relevantes serviços são esses? A destruição da previdência? O sucateamento das empresas públicas? O desmonte de todos os programas sociais que atendem a população do nosso Estado? Definitivamente, vejo esta concessão como um erro!”, decreta Marcos Henriques.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Send this to a friend