Com auditório lotado, o XXVIII Congresso Nacional das Guardas Municipais encerrou sua programação na tarde desta sexta-feira (19). O evento, que foi promovido pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), através da Secretária Municipal de Segurança Urbana e Cidadania (Semusb), em parceria com o Conselho Nacional das Guardas Municipais, contou com a presença do ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, que destacou a importância do evento realizado na Capital paraibana para a segurança do país.

Durante a ocasião, o ministro pontuou as melhorias que as Guardas Municipais do país vem tendo durante os últimos meses. “Nós aprovamos definitivamente o Ministério da Segurança Pública que, pela primeira vez, representa do mais alto nível da administração da República, os homens e mulheres que fazem a segurança pública da nossa nação”, enfatizou Raul Jungmann.

Para o secretário de Segurança Urbana e Cidadania de João Pessoa, sargento Dênis Soares dos Santos, o evento vai contribuir na formação do serviço que é oferecido pela Guarda à população. “Estamos felizes em ver os visitantes chamando João Pessoa de paraíso e durante esses dias estamos discutindo o futuro de toda a Guarda do Brasil. Desde políticas de prevenção a questões desejadas pela Guarda”, disse o secretário.

O evento tem o objetivo de criar leis disciplinadoras, projetos, métodos e técnicas a fim de diminuir os índices de criminalidade que compõem o tema de extrema relevância no cenário atual, ao abordar temas que ajudem na gestão e no planejamento da Segurança Pública Municipal. O Congresso Nacional das Guardas é fruto da integração dos representantes das Guardas com as articulações nacionais e municipais, para desenvolver o aprimoramento da prestação de serviços à comunidade.

A coordenadora da Guarda Municipal do Rio de Janeiro, Kátia Bastos, disse que estar em João Pessoa trocando experiência é fundamental para a sua formação e de todos os companheiros. “Estamos saindo daqui com a barragem de conhecimento amplo, da espera a nossa área, que é a segurança pública. E estar também participando da mesa de mulheres foi fundamental, pois contribui em nosso empoderamento e na autoconfiança”, destacou a coordenadora.

A programação no turno da tarde contou com workshop, uma palestra sobre “Armamento”, que enfatizou os requisitos legais que cada instituição e guarda municipal podem fazer para oficializar a aquisição e o uso da arma no serviço.

Logo após, às 15h, o evento trouxe a palestra sobre “A importância da mediação de conflitos na segurança urbana”, que apresentou os conceitos modernos e legais para que o agente de segurança possa atuar na mediação de conflito, garantindo que não se torne um registro policial. Fechando a programação, duas atrações culturais animaram os que fizeram presentes no congresso.

O CNGM – O Conselho Nacional das Guardas Municipais é a entidade representativa reconhecida pela Lei 13.022/2014, à qual compete a missão de zelar pela valorização profissional dos guardas municipais e das suas respectivas instituições, em prol da sua atuação condigna com os princípios da proteção dos direitos humanos fundamentais, do exercício da cidadania e das liberdades públicas, da preservação da vida humana, da redução do sofrimento, da diminuição das perdas, do patrulhamento preventivo, do compromisso com a evolução social da comunidade e do uso progressivo da força.

Leave a Reply

Your email address will not be published.