“João Pessoa é exemplo para os demais municípios paraibanos e a plataforma criada pela Prefeitura através do seu Portal da Transparência fomenta iniciativas em todo o Estado para que também desenvolvam mecanismos de combate à corrupção. A base deste portal da Capital poderia ser passada para os demais municípios para contribuir para a gente atingir a transparência total na Paraíba”, afirmou o ministro da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União, Wagner de Campos Rosário, durante a abertura da 4ª edição do HackFest. O evento, que acontece na Estação Cabo Branco, contou com a presença do prefeito Luciano Cartaxo, que destacou a importância da construção da política de combate à corrupção que a atual gestão vem consolidando na Capital.

O HackFest, que chega à quarta edição com o tema “Por uma sociedade politicamente participativa”, teve início nesta quinta-feira (16) e se estende até o domingo (19), com o apoio da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), com o objetivo de promover o debate e conhecimento para o enfrentamento direto à corrupção através do uso da tecnologia e educação. A abertura contou coma palestra de Daniel Bramatti, presidente da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), e do ministro Wagner de Campos Rosário. Durante o evento, acontece a maratona tecnológica, onde serão desenvolvidos aplicativos voltados para o combate à corrupção, e a Virada Legislativa, que deve desenvolver propostas de projetos de lei de iniciativa popular.

“A Prefeitura se sente honrada de poder ser parceira em um evento como este pelo quarto ano seguido, porque entendemos que a transparência é fundamental na gestão pública e a PMJP realiza fortes investimentos nesta área, realizando, por exemplo concurso para a Controladoria Geral do Município e lançando, recentemente, o novo Portal da Transparência, oferecendo uma plataforma mais dinâmica e facilitadora para o controle social. Temos esta compreensão de que a população precisa ser parceira, mas também fiscalizadora de todos os atos das gestões públicas e estamos conseguindo construir uma cultura de combate à corrupção na Prefeitura”, afirmou o prefeito Luciano Cartaxo.

A quarta versão do Hackfest é apoiado na mobilização coletiva de profissionais, estudantes de diversas áreas correlatas à gestão pública, como Tecnologia da Informação, Contabilidade, Administração, Direito, entre outros, sempre em conjunção de esforços para o desenvolvimento e produção de soluções tecnológicas avançadas, como aplicativos ou jogos, que atuem na promoção do controle e conscientização social quanto aos gastos públicos.

Organização – O HackFest é organizado pela Prefeitura Municipal de João Pessoa, Controladoria Geral da União (CGU), Tribunal de Contas da União (TCU), Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), Ministério Público da Paraíba (MPPB), Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), Laboratório Analytics e Universidade Federal de Campina Grande (UFCG). O evento tem o patrocínio do Banco do Brasil, do Governo Federal e da Energisa.

Leave a Reply

Your email address will not be published.