A Caravana Lula Livre com Fernando Haddad no Nordeste teve seu ato de encerramento, “o Grito do Nordeste” realizado em Monteiro, na Paraíba, neste domingo (01). Além do ex-ministro da Educação, o povo nordestino recebeu com grande fervor a Presidenta Nacional do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann, o líder da Bancada do PT no Senado, Humberto Costa, e diversas lideranças políticas que criticaram o governo de Jair Bolsonaro (PSL) pela interrupção das obras da Transposição do Rio São Francisco.

Em meio a apresentações culturais de artistas nordestinos, o grande ato de encerramento recebeu discursos de resistência aos retrocessos de Jair.

O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, explicou que as obras da Transposição precisam ser retomadas porque senão toda a estrutura será prejudicada. “Isso aqui não é uma torneira que você abre e você fecha, se a água parar de passar pelo canal, o canal vai deteriorar. Essa é a obra mais importante para a região, que já cresceu tanto com o que Lula e Dilma fizeram. Com eles, o Nordeste chegou a crescer mais de 10% por ano, mas Bolsonaro quer destruir porque ele não tem projeto para o país”.

Haddad também pediu que todo o povo brasileiro lute contra as políticas de Jair que só prejudicam a população e o país. “O povo brasileiro é tolerância, generosidade, oportunidade e amor. A gente gosta das pessoas, e o Bolsonaro não gosta. O que está acontecendo aqui é tão grave quanto o que acontece na Amazônia, o Brasil inteiro precisa de cuidados e nós não vamos esquecer o Nordeste”.

A Presidenta Nacional do PT, deputada federal, Gleisi Hoffmann, relembrou quando ela esteve com Lula na cidade de Monteiro e da felicidade do ex-presidente em saber que estava ajudando a tornar a vida do povo nordestino melhor. “As pessoas estavam fascinadas querendo ver a água que começava a jorrar na Transposição, o São Francisco começava a cumprir sua missão com o povo nordestino, e Lula dizia, naquela época: ‘eu não fiz isso por benevolência, fiz isso por justiça’”.

Gleisi explicou que “Bolsonaro quer privatizar a transposição, não vai, aqui tem luta, o povo nordestino irá resistir, essa obra tem que continuar para beneficio de todos. Nós estaremos ao lado de vocês nesta luta. Nós queremos que a Transposição dê certo, e queremos justiça para aquele que foi o melhor presidente que os brasileiros tiveram na historia”.

Para o líder do PT no Senado, Humberto Costa, a tática de Jair Bolsonaro é deixar as obras paradas até que elas se deteriorem para prejudicar o povo. “Nós vamos denunciar que ele quer suspender o abastecimento para deixar essa obra se deteriorar e depois dizer que a culpa foi dos governos anteriores. Nós vamos estar unidos para dizer basta, o Nordeste e o Brasil não aceitam esse presidente e vamos a luta para derrotá-lo”.

“O Nordeste quer lançar um primeiro grito de justiça, que é um grito por Lula Livre, um homem que fez pelo Nordeste mais do que qualquer outro presidente, que construiu com Dilma essa Transposição do São Francisco, e o segundo grito é que não vamos aceitar que ele faça com a obra da Transposição o que ele está fazendo com as políticas do país”, finalizou o senador.

Da Redação da Agência PT de Notícias

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Send this to a friend