O coordenador do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) na Paraíba, Octávio Paulo Neto foi nomeado para atuar na Procuradoria-Geral da República (PGR). A nomeação designa o Promotor de Justiça do Ministério Público da Paraíba (MPPB) para atuar como Membro Colaborador do Gabinete do Procurador-Geral Augusto Aras.

Conforme a portaria, ele está atuando junto à Secretaria de Perícia, Pesquisa e Análise da PGR. A portaria nº 1.350, de 20 de dezembro de 2019, destaca que a nomeação é “sem prejuízo de suas atribuições no Ministério Público do Estado da Paraíba e com ônus para o Órgão cedente”.

Em contato exclusivo com o jornalista Clilson Júnior, Octávio Paulo Neto revelou que a partir de agora atuará em Brasília junto ao Procurador-Geral Augusto Aras, de forma colaborativa: “A ideia na verdade é um trabalho colaborativo e cooperativo no sentido de se criar aplicações voltadas para tomada de decisões assertivas por parte dos órgãos de investigação no combate a improbidade. Estou lá para que possamos evoluir sistemas e trocar experiencias, para que essas experiencias e interações se voltem paro o Ministério Publico brasileiro como um todo”, finalizou o coordenador do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) na Paraíba, Octávio Paulo Neto.

Mesmo com essa cooperação com a Procuradoria-Geral da República em Brasília,  Octávio Paulo Neto continuará como coordenador do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e a frente da Operação Calvário.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Send this to a friend