Eitel Santiago de Brito Pereira, sub-procurador da República, acatou (veja decisão abaixo) pedido dos advogados Roosevelt Vita e Inácio Queiroz, novos defensores, concedendo liberdade ao prefeito afastado Berg Lima, de Bayeux. Ele está preso desde 5 de julho, acusado de pegar propina de um empresário do ramo de alimentos.

Berg deve ser colocado em liberdade a qualquer momento, ou mais tardar até esta quinta-feira (28), segundo informações obtidas pelo blog. Na decisão, o sub-procurador impõe ao prefeito algumas regras, entre ais quais: “Proibição de ausentar-se do Estado sem autorização prévia do juiz”; também recolhimento domiciliar no período noturno aos sábados, domingos e feriados.

IMG_2507 (2)

 

 

 

CRÉDITO A MARCONE FERREIRA

Leave a Reply

Your email address will not be published.