O ajustamento de condutas para viabilização da atracagem de navios cruzeiros no Porto de Cabedelo, a partir de janeiro do próximo ano, foi a pauta de uma reunião realizada na sede da Companhia Docas da Paraíba (Docas-PB) na tarde da quinta-feira (13). A presidente da Docas-PB. Gilmara Temóteo, comandou a reunião, e destacou a importância do encontro para que o processo seja realizado com êxito.

O representante da Agência Marítima Heytor Gusmão, Márcio Madruga, responsável pelos cruzeiros, voltará a se reunir com os práticos para definir os horários de atracação e desatracação dos navios. O Porto de Cabedelo tem práticos habilitados pela Capitania dos Portos para operar no período noturno, o que deve facilitar o planejamento da ação.

Gusmão confirmou a existência de 32 escalas pré-agendadas para o Porto de Cabedelo entre janeiro e junho de 2019 e que não haverá necessidade de reabastecimento do navio com água e alimentos, nem o descarte de resíduos sólidos e/ou líquidos, dada a proximidade com o Porto de Recife, onde devem ocorrer essas operações.

A presidente da PBTur, Ruth Avelino, adiantou a realização de uma outra reunião com os órgãos de saúde do Estado e do município de Cabedelo, para deliberar as diretrizes do plano de contingência para as operações de turismo. Já a secretária de Turismo de Cabedelo, Vera Lúcia, confirmou a realização de exposições e apresentações culturais para receber os turistas advindos dos cruzeiros.

“O objetivo da reunião foi alcançado, que é justamente definir as atribuições de cada órgão envolvido nessas operações para que tudo aconteça como planejado. São operações que envolvem muita gente e o planejamento é fundamental para que tudo ocorra bem e os turistas que passarão pelo Porto de Cabedelo e pela Paraíba, levem daqui apenas boas lembranças”, destacou Gilmara Temóteo.

O navio de bandeira grega, MS Arrecifes, que atracará no Porto, tem 156 metros de comprimento e capacidade para 727 passageiros e 250 tripulantes. Ao todo, mais de 13 mil turistas devem passar pelo terminal paraibano.

Participaram também da reunião, José Padilha, da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária; a tenente Natália Farias, da Capitania dos Portos da Paraíba; o representante da secretaria de Cultura de Cabedelo, Igoberg Barbosa; entre outros colaboradores dos órgãos envolvidos na operação.

Leave a Reply

Your email address will not be published.