O advogado e jornalista, Rui Galdino, em conversa informal com a reportagem do Polêmica Paraíba, disse hoje, que os prefeitos de Campina Grande, Romero Rodrigues e de João Pessoa, Luciano Cartaxo, poderão apoiar a candidatura de Jair Bolsonaro, rumo à presidência da república. Segundo Rui, informações que havia recebido nesse sentido, já estão bem adiantadas. As conversas estão sendo feitas com o presidente do partido na Paraíba, Julian Lemos, e a tendência, é um apoio desses prefeitos a Jair Bolsonaro e vice-versa, ou seja, Bolsonaro, deverá ter um forte palanque na Paraíba e apoiar a candidatura de Lucélio Cartaxo, para o governo do estado.

Perguntado se sua pré-candidatura ao senado pelo PSL estava de pé, Rui Galdino, disse que sim, no entanto, ainda vai manter conversas com Julian Lemos, para ver qual será o melhor caminho para o partido na Paraíba, pois, a nossa prioridade é a eleição de Jair Bolsonaro, para presidente da república. Rui Galdino, disse ainda, que Bolsonaro, virá à Paraíba, no próximo mês de junho, onde vai conhecer o São João de Campina Grande e visitar alguns municípios do estado. Até lá, vamos ter grandes novidades.

Além de vice-presidente, sou um soldado do partido e de Bolsonaro, meu nome está à disposição do PSL para o senado federal, porém, vamos caminhar juntos com quem desejar apoiar Bolsonaro, na Paraíba e no Brasil. As conversas nesse sentido, estão sendo feitas por Julian Lemos, espero que ele acerte e faça o melhor para que tenhamos um palanque forte aqui na Paraíba, finalizou, Rui Galdino.

O presidente estadual do PSL, Julian Lemos, e o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB) se reuniram no princípio da noite desta quarta (24), em Brasília, para tratar da vinda de Bolsonaro a Paraíba. De acordo com Lemos, Bolsonaro vem a Paraíba em Junho e será ciceroneado por dois prefeitos. Um deles é Romero. O outro ainda está mantido em segredo.

O deputado estadual e presidente do Solidariedade na Paraíba, Bruno Cunha Lima, também esteve presente ao encontro. Além da vinda do presidenciável do PSL ao estado, o deputado tratou do possível apoio do PSL e uma provável aliança nas proporcionais com a legenda. Bruno Cunha Lima tenta articular uma coligação proporcional, junto com o partido de Bolsonaro e com o PSC, para Câmara Federal e Assembleia Legislativa.

Fonte: RPN

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.