Sarampo, poliomielite, rubéola e difteria, são algumas das doenças erradicadas no Brasil e voltaram a preocupar gestores públicos e a população no País. A queda na cobertura vacinal no território brasileiro que, de acordo com o Mistério da Saúde (MS), começou a acontecer em 2016, está contribuindo para que doenças erradicadas retornem e ameacem a saúde pública.

Em João Pessoa, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), convidou representantes da Promotoria de Justiça da Criança e do Adolescente, da Secretaria Municipal de Educação (Sedec) e Sindicato dos Estabelecimentos Particulares e Privados para discutirem um plano estratégico de ação para a ampliação da cobertura vacinal, de forma que a população fique imunizada. A reunião será realizada nesta quarta-feira (25), às 10h, na sede da Promotoria de Justiça da Criança e do Adolescente, localizada em Mangabeira.

“Trata-se de um momento importante, pois envolve diversos setores para discutir e traçar estratégias coletivas e preventivas para benefício das nossas crianças e adolescentes. Não podemos permitir esse retrocesso, de doenças que já foram consideradas erradicadas voltarem e trazerem transtornos às famílias, quando há na saúde pública formas de prevenir e evitar diversas doenças”, destacou Ana Giovana, secretária adjunta de saúde.

De acordo com dados da Vigilância Epidemiológica, os últimos casos de sarampos registrados de residentes em João Pessoa foram em 2010 (53 casos) e 2013 (6 casos). “Quando falamos de saúde pública, a promoção à saúde, que incorpora ações preventivas, ainda é o melhor remédio. Nas ações preventivas, a vacina apresenta os melhores resultados, porque comprovadamente é eficaz”, destacou Ana Giovana. “Uma pessoa responsável por uma criança, que não mantem o cartão de vacina atualizado está deixando essa criança vulnerável ao adoecimento”, completou.

Programa Saúde na Escola – O Programa Saúde na Escola surgiu como uma política intersetorial entre os Ministérios da Saúde e da Educação com o objetivo de promover qualidade de vida aos estudantes da rede pública de ensino por meio de ações de prevenção, promoção e atenção à saúde.

O programa propõe ações na perspectiva de atenção integral à saúde de crianças e adolescentes dentro das escolas públicas e unidades básicas de saúde. O programa está presente em 87 escolas e 68 creis de João Pessoa, atendendo um total de 80,5 mil estudantes.

Dentro do programa, a Prefeitura Municipal de João Pessoa já atua com ações de atualização do cartão de vacinas das crianças e adolescentes, entre outros atendimentos de prevenção e cuidado dos estudantes da rede municipal.

Atendimento – Em João Pessoa, as vacinas estão disponíveis nas Salas de Vacinação, distribuídas nas Unidades de Saúde da Família (USF), nos Centro de Atenção Integral a Saúde (Cais), nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e no Centro Municipal de Imunização, antigo Lactário da Torre.

Leave a Reply

Your email address will not be published.