Às vésperas da votação da denúncia contra o presidente na Câmara, Temer quer ajuda de Aécio para segurar o PSDB no governo. O presidente Michel Temer chamou na noite deste sábado (29) ao Palácio do Jaburu para um jantar o senador Aécio Neves (PSDB-MG). O senador mineiro é um dos principais defensores, entre os tucanos, da manutenção da aliança com o PMDB.

Aécio, delatado por Joesley Batista, enfrenta resistência e pressão no PSDB para deixar definitivamente o comando do partido. Ele está afastado da presidência da legenda desde que a delação da JBS, envolvendo-o, veio à tona.

Temer defende que Aécio permaneça no comando do partido. O interino, senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), é a favor do desembarque.

Também foram convidados para o encontro os ministros Moreira Franco (Secretaria-Geral), Antonio Imbassahy (Secretaria de Governo), Bruno Araujo (Cidades) e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Maia, no entanto, não compareceu.

 

globo

Leave a Reply

Your email address will not be published.