Na tarde desta sexta-feira (16), o Tribunal de Justiça Desportiva da Paraíba (TJD-PB) tomou uma atitude sobre o mandado de garantia ingressado pelo Botafogo-PB. Em decisão liminar e monocrática, o presidente do TJD-PB, Lionaldo Santos Silva, definiu pela suspensão da partida entre Belo e Treze, pela semifinal do Campeonato Paraibano. O duelo de ida estava marcado para este domingo (18), no estádio Almeidão.

Por entender que o regulamento do Campeonato Paraibano de 2018 dá vantagem ao time que somou mais pontos, somando a primeira e segunda fases – o que diverge da compreensão da FPF, que acha que os benefícios das semifinais são dos líderes dos grupos da primeira fase – o Belo pediu ao TJD-PB que lhe fossem garantidos os privilégios previstos no artigo 9º do documento, que é mal escrito e deixa margem para várias interpretações.

Diante disto o tribunal decidiu adiar o Clássico Tradição deste fim de semana, compreendendo que o regulamento há “conjecturas de divergências entre intelectiva e expressão escrita dos ‘Legisladores do presente Regulamento’…”. Em suma, o presidente do TJD-PB admite que o que tem escrito no regulamento pode ser interpretado de diferentes formas.

Como o jogo entre Treze e Botafogo-PB foi adiado, a partida entre Auto Esporte e Desportiva Guarabira, pelo quadrangular da morte, marcada para o estádio Almeidão, às 16h do domingo, segue mantida.

A outra semifinal entre Serrano e Campinense permanece sem alterações, ao menos até que o TJD-PB tome um posicionamento diante do pedido do Sousa de suspensão de toda rodada das semifinais, alegando que teria direito a vaga do Lobo da Serra.

About The Author

Related Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published.