O Pleno do Tribunal Regional Eleitoral julga na próxima quinta-feira (15) um recurso do deputado estadual Lindolfo Pires. Em março de 2017, ele foi condenado por abuso de poder econômico, com a sanção de inelegibilidade pelo prazo de oito anos.

A ação tem a ver com as eleições municipais de 2012. A acusação é de que Lindolfo teria movimentado grande volume de dinheiro em suas contas pessoais para fazer frente às despesas de campanha sem declarar tais valores em sua prestação de contas.

“De fato, basta uma simples análise nos documentos para se chegar a conclusão de que na conta particular do primeiro investigado houve uma movimentação financeira de R$ 728.719,72, tudo isso no período do micro processo eleitoral”, escreveu na sentença o juiz Fabiano Graças Costa.

Em sua defesa, Lindolfo alegou que “não bastam a existência de meros indícios ou ilações, mas sim de provas contundentes”.

 

os guedes

Leave a Reply

Your email address will not be published.