ESPN – Segundo informação obtida pelo ESPN.com.br com exclusividade, o Comitê Olímpico Brasileiro possui, hoje, mais de 4 mil projetos sem prestar contas. Em dinheiro, estamos falando de R$ 200 milhões repassados às confederações por meios de projetos abertos entre 2015 e 2016.

O Tribunal de Contas da União confirma à reportagem que existem problemas nas prestações de contas envolvendo o COB, que jamais reprovou nenhuma delas.

“As confederações são obrigadas a prestar contas ao COB. Mas nós percebemos que o COB jamais havia reprovado nenhuma prestação de contas das confederações”, disse Ismar Barbosa Cruz, secretário de controle externo da Educação, Cultura e do Desporto do TCU e auditr federal do órgão desde 1994.

“Todo repasse tem que ter uma prestação de contas, que o COB deveria analisar. Se o que foi gasto está comprovado, se o preço está bom, se teve licitação de fato, se as despesas foram legítimas. Essa é a análise que se espera de quem faz repasse de dinheiro para um projeto. Ao longo dos anos, nenhum dos convênios foi objeto de reprovação. Ou seja, o COB valida tudo sem uma análise mais minuciosa”, explicou o secretário-geral do Tribunal de Contas

As informações sobre as contas do COB vão de encontro ao que já havia revelado o Dossiê das Contas, série de reportagens da ESPN que escancarou problemas com as prestações feitas diretamente ao Ministério do Esporte. Na época, o Jogo Limpo revelou mais de 2 mil prestações de contas travadas no órgão nos últimos anos, em montante que superava R$ 1 bilhão.

Para ler a matéria na íntegra, acesse:

http://espn.uol.com.br/noticia/718776_cartolas-nao-prestam-contas-de-milhoes-investidos-nas-confederacoes-para-o-rio-2016-cob-nunca-reprovou-nada

Matéria veinculada pelo Blog do Stefano

Leave a Reply

Your email address will not be published.