O ministro Luiz Henrique Mandetta (Saúde) sugeriu que Congresso Nacional adie as eleições municipais previstas para outubro deste ano. A medida seria para combater o contágio do novo coronavírus no país. A afirmação foi feita na manhã deste domingo (22.mar.2020) durante a reunião por vídeoconferência com prefeitos.

“Faço aqui até uma sugestão. Está na hora de o Congresso falar: adia, faz 1 mandato desses vereadores e prefeitos. Eleição no meio do ano… uma tragédia, porque vai todo mundo querer fazer ação política”, afirmou.

A discussão sobre o adiamento das eleições é real e já vem acontecendo. A Secretaria Geral do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) informou em 18 de marco que, “até o momento“, o cronograma estava mantido.

Nos bastidores, ministros já consideram que a Corte precisa estar preparada para eventuais mudanças de prazos ou normas. As convenções partidárias estão marcadas para o período de 20 de julho a 5 de agosto.

ESTUDANTES DE MEDICINA

O ministro também defendeu antecipar a formatura dos estudantes de medicina. De acordo com o ministro, eles podem ser essenciais no tratamento dos doentes. A medida já foi tomada em países como a Itália, onde a situação é crítica: 4.825 pessoas já morreram e outras 53.578 pessoas estão infectadas.

TELECONFERÊNCIA COM PREFEITOS

Neste domingo (22.mar.2020), o presidente Jair Bolsonaro e o ministro Mandetta conversaram com os prefeitos sobre os pleitos municipais no tratamento do coronavírus. Um dos assuntos mais abordados na reunião foi a convocação de médicos.

O debate coincide com a data em que acaba o prazo de inscrição para médicos brasileiros que desejam integrar do programa Mais Médicos. O Ministério da Saúde fez 1 chamamento para 5.811 profissionais atuarem em postos de saúde e hospitais no reforço ao combate à covid-19.

 

Poder 360

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Send this to a friend