Vereadora comemora primeira praça 100% inclusiva da Capital

elena Holanda (PP) destacou que o novo equipamento proporciona um espaço acessível de qualidade para pessoas com deficiência

Por Clarisse Oliveira

Fotos Olenildo Nascimento

11/06/2019

A vereadora Helena Holanda (PP) comemorou, durante pronunciamento na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), na sessão desta terça-feira (11), a inauguração da primeira praça 100% inclusiva da Capital. Ela também parabenizou a iniciativa do prefeito Luciano Cartaxo (PV) e agradeceu por suas solicitações, além das do vereador Damásio Franca (PP), terem sido atendidas.

A praça Vicente de Paula Nóbrega, localizada no bairro Bancários, foi inaugurada na última sexta-feira (10). Instalado em frente à Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), o espaço público conta com equipamentos da Academia da Terceira Idade.

Helena Holanda ressaltou a importância da praça para as pessoas com deficiência. “Essa iniciativa é muito importante, porque as pessoas com deficiência passaram a se sentir verdadeiros cidadãos, tendo direito a um espaço acessível de qualidade. Agora eles terão oportunidade de ir lá e fazer suas atividades recreativas e desportivas, com brinquedos acessíveis”, afirmou a vereadora, salientando que o pedido de instalação de brinquedos acessíveis partiu do vereador Damásio Franca.

Para a vereadora, a união de forças por esta causa foi essencial para a concretização do projeto. “Foi muito importante a união em prol do projeto. Nós pedimos a praça, Damásio pediu os brinquedos acessíveis e o prefeito Luciano Cartaxo permitiu a construção”, ressaltou a parlamentar, destacando ainda a promessa de construção de mais praças como essa a fim de “promover qualidade de vida para idosos e pessoas com deficiência”.

Acidentes de trânsito

A parlamentar ainda chamou atenção para que os motoristas respeitem as sinalizações de trânsito para evitar acidentes. “Peço que as pessoas cumpram a sinalização para evitar mortes e acidentes. É uma questão de responsabilidade individual, respeito e conscientização ”, afirmou Helena Holanda, lembrando que, há cerca de dois meses, foi vítima de um acidente de trânsito em que o outro carro envolvido avançou o sinal vermelho.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Send this to a friend