Nesta segunda-feira (05), o deputado federal eleito Julian Lemos (PSL) denunciou que a maior parte do dinheiro enviado pelo governo federal para auxiliar os mais necessitados no Nordeste são desviados pela corrupção. Para ele, acabar com essa prática será o grande desafio do próximo presidente, seu correligionário Jair Bolsonaro.

“Temos que ver a necessidade de cada região. Por que existe uma pobreza que nunca acaba no Nordeste? É preciso ver como chegam aqui as verbas, ver o que realmente fomenta a necessidade do nosso povo. A cada R$ 1 milhão que sai de Brasília, apenas 300, 400 mil chegam nas mãos dos necessitados. Isso é muito grave”, alertou.

Em entrevista concedida ao programa Arapuan Verdade, o membro da equipe de transição bolsonarista afirmou que, além de fazer investimentos, será necessário combater os focos de corrupção permanentes. O futuro parlamentar ainda acusou os governos petista de perpetuar a miséria no nordeste por questões eleitoreiras.

“Veja onde foi o maior eleitorado de Fernando Haddad (PT), onde tem o menor IDH. É preciso libertar esse povo com educação e prosperidade, pois tem recurso, mas não se resolve. Na transição, temos acesso aos valores repassados. É como se agora entrássemos em um apartamento e vamos saber o que tem nos cômodos e gavetas porque muita coisa é maquiada”, arrematou.

 

Paraíba.com

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Send this to a friend