Exercitar a solidariedade por meio da prática esportiva. Este é o principal objetivo da Corrida do Bem, realizada pela Frente Parlamentar da Assembleia Legislativa da Paraíba.  A segunda edição do evento na cidade de Campina Grande será lançada na próxima terça-feira (20), às 9h, na Casa João Moura, a partir das 9h, a corrida será no mês de maio. Todo o recurso arrecadado com a corrida será destinado ao Hospital da Fundação Assistencial da Paraíba (FAP), na Rainha da Borborema. Atualmente, a FAP atende uma média de 500 a 600 pacientes portadores de câncer, por mês.

Para o presidente da FAP, Helder Macedo, a iniciativa do projeto dá visibilidade a uma temática de grande importância para a saúde pública. Ele falou sobre as necessidades que a entidade filantrópica possui. “Muitas são as nossas necessidades. É até difícil dizer o que se torna prioridade. Mas nós temos a necessidade do custeio de medicamentos, reformas, entre outros pontos que merecem uma atenção”, comentou.

Já o presidente da Frente Parlamentar de Combate ao Câncer, deputado estadual Bruno Cunha Lima (PSDB), destacou a importância da realização de eventos como este. “Esta é uma das iniciativas que visam alertar a população para o diagnóstico precoce da doença, bem como, uma oportunidade de promover a solidariedade por meio de todos que abraçam a causa e participa da corrida, garantindo ao próximo o direito à saúde”, disse Bruno.

Edições – Esta será a terceira edição da corrida, a segunda em Campina Grande. A primeira foi realizada no ano passado e arrecadou R$ 100 mil para o Hospital, com 1.800 inscritos que participaram da prova. Em João Pessoa, no mês de outubro, a ‘Corrida do Bem’ mobilizou quase 3 mil pessoas, com 2.300 inscritos e uma arrecadação de cerca de 138 mil. O dinheiro foi utilizado para o reparo do tomográfico do Hospital Napoleão Laureano.

A FAP – A Fundação Assistencial da Paraíba (FAP) é uma entidade Filantrópica, fundada em abril de 1965, na cidade de Campina Grande. Ampliou o seu atendimento ao paciente acometido com Câncer em 10 de fevereiro de 1999, quando foi inaugurado o “Centro de Cancerologia Dr. Ulisses Pinto”, passando a oferecer serviços capacitados para o atendimento do paciente no seu diagnóstico e tratamento, com realização de cirurgia oncológica, quimioterapia, hormonioterapia e radioterapia.

Leave a Reply

Your email address will not be published.