O Botafogo-PB conseguiu um feito duplo no encerramento da terceira rodada da Série C do Campeonato Brasileiro. Com a vitória sobre o Confiança-SE, por 2 a 0, no Almeidão, em João Pessoa, na noite desta segunda-feira (30), o time paraibano derrubou o último time com 100% de aproveitamento do torneio e virou líder do Grupo A.

O Confiança-SE ainda não havia perdido, nem tomado gols na Série C, mas tomou sofreu duas vezes no primeiro tempo e viu o adversário chegar aos sete pontos na classificação, deixando pra trás o próprio time alagoano e o Atlético-AC, que seguem com seis pontos.

Além disso, no encerramento da terceira rodada, apenas quatro times continuam invictos na Série C, dois de cada grupo. Botafogo-PB e Santa Cruz pela chave A e Bragantino e Botafogo-SP pela chave B.

O jogo

No encharcado gramado do Almeidão, o Belo começou fazendo pressão e quase abriu o placar logo aos três minutos em confusão da defesa do Confiança-SE, que exigiu boa defesa de Genivaldo. O Dragão tentou usar o toque de bola para esfriar o jogo, mas as chances de gol praticamente não apareceram.

Na pressão, o Botafogo-PB seguiu insistindo. Rogério arriscou de longe e exigiu boa defesa de Genivaldo. Na cobrança de escanteio seguinte veio o gol. Depois de cobrança de escanteio, aos 16 minutos, Rafael Jataí subiu no meio da marcação e desviou de cabeça para o fundo das redes.

Com o gol, a partida ficou aberta, com chances para os dois lados. Léo Ceará assustou em cabeçada livre de marcação, aos 18 minutos. Em seguida, o atacante teve outra chance. Ele finalizou de dentro da área, a bola bateu em Gedeílson e complicou para Saulo, que se virou para evitar o empate.

Apesar de sofrer pressão, o Belo conseguiu aproveitar os espaços deixados pelo rival. Mazinho teve oportunidade de marcar o segundo após driblar Genivaldo. Vinicius Simon, em cima da linha, salvou o Confiança. Em nova arrancada de Mazinho, ele passou pelo goleiro e caiu. A arbitragem viu falta no lance e marcou pênalti. Nando foi para a cobrança e marcou o segundo aos 31 minutos.

Equilíbrio

O segundo tempo voltou mais equilibrado, com boas trocas de posses e ataques perigosos dos dois lados. O time paraibano, no entanto, contava com a força do maestro Marcos Aurélio. O veterano, ex-Santos, era quem mais levava perigo. Por duas vezes, ele finalizou com perigo e travou um duelo particular com o goleiro Genivaldo.

O técnico Luizinho Lopes mexeu no ataque inteiro para tentar mexer na postura do Confiança-SE. Os visitantes, no entanto, não tiveram forças. A equipe assustou apenas em levantamento, sem querer, de Raí, que encobriu Saulo, mas saiu pela linha de fundo.

O Dragão sergipano seguiu tentando fazer pressão, mas encontrou dificuldades para trocar passes no ataque e praticamente não ameaçou. O Botafogo, por outro lado, teve chance para marcar. Mazinho, dentro da área, bateu colocado, mas Genivaldo deu um leve toque e mandou para escanteio.

Próximos Jogos

O Confiança volta a campo pela Série C contra o Náutico, no próximo sábado (5), às 20h, na Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata. No domingo (6), às 16h, o Belo visita o ABC, no Frasqueirão, em Natal.

Leave a Reply

Your email address will not be published.