Na tarde deste domingo (10), Campinense e Itabaiana se enfrentaram no jogo de volta do mata-mata da Série D. O rubro-negro havia vencido a primeira partida, em Sergipe, por 1 a 0, e perdeu em casa pelo mesmo placar. Com isso, a decisão foi para os pênaltis. O goleiro Jeferson brilhou defendendo duas cobranças e o rubro-negro venceu por 6 a 5.

O primeiro lance de perigo foi da equipe visitante. Diego Torres, aos 3 minutos  cobrou falta da meia esquerda e mandou a bola na trave direita de Jeferson, assustando os raposeiros presente no Amigão.

Aos 6, a resposta do Campinense. Alex Murici lançou boa bola para Thiago Potiguar, que driblou o goleiro e tocou para Rodrigo Silva, que bateu de primeira, mas o zagueiro, em cima da linha, evitou o gol da Raposa.

Esperança de gols da equipe, o atacante Rodrigo Silva sentiu uma lesão no tornozelo direito aos 10 minutos. Ele tentou voltar, mas acabou sendo substituído por Muller Fernandes. Se confirmando, está é a terceira lesão do camisa 9 do Campinense nesta temporada.

Aos 30 minutos, Juninho cobrou escanteio da esquerda, houve um desvio na primeira trave e Ramon, livre no segundo pau, escorou de pé esquerdo para estufar a rede e colocar o Itabaiana na frente do marcador.

Dois minutos depois o Campinense tentou responder. Zeca subiu pela esquerda e chutou para o meio da área. Marcinho dominou a bola, limpou o marcador e bateu de pé esquerdo, mas a redonda foi pela linha de fundo.

Sem muita criatividade no meio campo da Raposa, o zagueiro Rafael Jensen resolveu arriscar do meio da rua, e o goleiro Andrade rebateu. No rebote, Muller Fernandes mandou por cima, mas o assistente havia marcado impedimento.

Segundo tempo

O Campinense voltou do intervalo mais desorganizado e visivelmente nervoso. A torcida cobrava o time em campo, mas os jogadores não correspondiam.

Apenas aos 14 minutos um lance de perigo. Zeca recebeu na esquerda e mandou para a área. Muller Fernandes fez o pivô e tocou para trás, de onde Marcelinho chegou batendo de primeira, mas Andrade mandou para escanteio.

O Itabaiana aproveitava a vantagem para se retrair em seu campo, enquanto o time de Campina Grande tinha mais posse de bola e rondava bastante a área adversária, mas não conseguia criar oportunidades claras desempatar a partida.

O clima de tensão era muito grande no Amigão. Chegando o fim da partida, o drama aumentava. E aos 42 minutos, Marcinho tocou para Alex Murici na direita. O lateral cruzou para o meio da área, onde Denilson dividiu com a zaga, mas não conseguiu marcar.

O rubro-negro tentava pressionar, e nos acréscimos, aos 47, Thiago Potiguar pegou a sobra na área e chutou de pé esquerdo, mas o arqueiro sergipano defendeu de manchete.

Com o resultado de 1 a 0 para os visitantes, a decisão foi para os pênaltis.

Pênaltis

Alex Murici perdeu a segunda penalidade para o Campinense, mas Jeferson pegou dois pênaltis e garantiu a vitória por 6 a 5. A Raposa agora pega o Brasiliense na próxima fase.

 

 

Com informações do Voz da Torcida

About The Author

Related Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published.