Ao visitar a produção de tilápia, no sertão da Paraíba, o deputado Efraim Filho (DEM/PB) ficou impressionado e disse “que a iniciativa mostra claramente a viabilidade de investimento neste setor”. Embora pouco explorada comercialmente na região, o projeto pode gerar emprego e renda. O sucesso da aquicultura no sertão está na força de vontade e do empreendedorismo demonstrado por Dedé de Isaias, coordenador do projeto nas proximidades do município de São Bento”.

O prefeito de São Bento, Jarques Lúcio, estava com o deputado Efraim Filho no projeto também salientou a importância do projeto para o município. Em sua avaliação empreendimentos como este impede a migração de pessoas do campo para as cidades elevando a qualidade de vida das pessoas que moram na zona rural.

Ao longo dos anos a piscicultura vem ganhando espaço em todo Brasil, especificamente no semiárido nordestino, a atividade está em expansão. Efraim Filho relatou a abertura de novos empreendimentos como perspectivas de fomento e desenvolvimento econômico da Paraíba.

O Estado tem realizado diversas ações para o incremento da atividade e consumo de proteína que é uma carência no mundo todo. “Temos que incentivar a produção em tanques-redes, como também o consumo de pescado no interior do estado. A aquicultura é totalmente viável”, declarou Efraim.

Em sua avaliação o parlamentar vislumbrou a capacidade de produção de peixes no semiárido nordestino como forte incremento na renda das comunidades em torno dos tanques. “Em um Arranjo Produtivo Local (APL) várias etapas são utilizadas para implantar unidade de beneficiamento de piscicultura e de produção de artefatos das peles de peixe, além da aquisição de alevinos para aumento da oferta de tilápias no mercado. Logo o potencial de empregos diretos e indiretos é grande”. Destacou.

Para Efraim o empreendedorismo de Dedé de Isaias é ímpar e vai maximizar a produção e a rentabilidade do empreendimento.

Leave a Reply

Your email address will not be published.