Eleito com mais de 23 mil votos, o deputado Raniery Paulino falou em entrevista ao programa radiofônico Arapuan Verdade.

Raniery falou sobre a possibilidade de, em suas palavras, “virar a chave” e disputar outros cargos ou até mesmo deixar a vida pública. “Nesta reeleição, estava esperando que acontecesse algo para virar a chave e não aconteceu nada”.

O parlamentar disse que torce por uma reforma eleitoral, considerando a renovação das bancas.  “O PSL que tinha menos de seis deputados, hoje é a segunda maior bancada. Talvez eles queiram patrocinar esta mudança para essa reforma eleitoral”.

Leia Também:   Procuradoria investiga se há ‘esquema industrial’ de fake news nas eleições

Sobre o histórico rodízio de poder em Guarabira, Raniery disse que não há nenhum acordo firmado nem com partidos aliados nem com oposição. “Não tem nada combinado com ninguém nem internamente nem muito menos com nossos adversários”. Raniery Paulino brincou com a possibilidade que ser o próximo na linha de sucessão em Guarabira e afirmou que a decisão deve partir da população. “Então chegou a nossa vez, não é isso? Então divulgue isso”. E acrescentou que “tem que combinar com o povo”.

Raniery também falou sobre a eleição da ALPB e defendeu uma metodologia de trabalho e a descentralização do poder que está nas mãos do presidente. “É muito poder concentrado nas mãos de um só e isso é muito ruim porque fica queira ou não, algo meio que totalitário, naturalmente é, mesmo que seu comportamento não seja com esse viés”.

Para a eleição da ALPB, Paulino sugeriu nomes com Buba Germano, Adriano Galdino e Gervásio Maia, apesar de não ter se colocado como deputado.

 

Fonte: Polêmica Paraíba com Arapuan Verdade

Créditos: Érika Soares

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Send this to a friend