A Estação das Artes, anexo da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, sedia de 27 a 31 deste mês a etapa estadual da 13ª edição da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR), na modalidade prática. O objetivo do evento é estimular jovens a ingressar na carreira científico-tecnológica, identificar talentos e disseminar o ensino da robótica pelo Brasil.

Participam desta etapa jovens do ensino fundamental e médio de escolas públicas e privadas de toda a Paraíba. Em 2019, há 346 equipes inscritas, o que corresponde a uma média de 1.500 alunos participantes da OBR.

Na competição, o aluno participante tem a missão de montar e programar um robô que, de forma autônoma, deve atuar como “bombeiro” no desafio de resgate. A arena simula um ambiente de desastre e os robôs devem superar obstáculos, falhas no percurso, uma rampa com inclinação de até 20°, passar por um portal e ser capazes de identificar e resgatar uma vítima.

Os estudantes dedicam-se durante meses à preparação para o evento, construindo seus robôs e criando programações para superar o percurso exigido, que só é divulgado momentos antes das provas.

“Estamos muito entusiasmados com o crescimento da OBR na Paraíba. Somos o terceiro estado com maior número de inscritos no Brasil em 2019, e isso se dá pelo compromisso que temos de fazer uma competição séria, justa e transparente para todos”, pontuou Fagner Ribeiro, coordenador da OBR na Paraíba, há nove anos.

Neste ano, haverá três etapas classificatórias para a final, que acontecem nos dias 27, 28 e 29 de agosto. No dia 30, haverá a preparação para a final, com a montagem das pistas. E a grande final estadual acontece no sábado, dia 31 de agosto. O início das competições será às 8h, todos os dias. O evento é aberto ao público e a entrada é gratuita.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Send this to a friend