Quando mais cedo a descoberta de uma doença autoimune, melhor para o paciente, que pode iniciar o tratamento e evitar sequelas graves. Com esse propósito foi criada a lei nº 11.459, de autoria do deputado estadual Raniey Paulino (MDB), sancionada pelo governador João Azevêdo Lins Filho (PSB) e publicada no Diário Oficial do Estado, incluindo no Calendário Oficial do Estado da Paraíba, o Dia Estadual de Conscientização e Atenção aos Pacientes com Lúpus Eritematoso Sistêmico (LES).

A lei institui o dia 10 de maio como o Dia Estadual de Conscientização e Atenção aos Pacientes com Lúpus Eritematoso Sistêmico (LES). Nesta data deverão ser promovidos eventos que estimulem o interesse da sociedade sobre a doença.

De acordo com o autor da Lei, a intenção é disseminar informações sobre a doença e os sintomas, considerando que muitas pessoas, por falta de informação, sequer sabem que estão com a doença. Outra finalidade da lei é sensibilizar os diversos segmentos da sociedade para que compreendam e apoiem os portadores da doença.

A iniciativa pretende orientar os pacientes para que busquem o tratamento médico adequado. Ao propor a lei, a deputado Raniery Paulino, lembrou que no Brasil os sintomas e o tratamento são poucos conhecidos.

As pessoas acometidas podem apresentar dor nos músculos e peito, anemia, fadiga, febre, perda de apetite, secura na boca e nos olhos, erupções escamosas e manchas vermelhas na pele, artrite, depressão nervosa, dor de cabeça, falta de ar, olhos sensíveis à luz e sangue na urina.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Send this to a friend