Foi deflagrada, na manhã de hoje (21), a 3ª fase da Operação Desumanidade para cumprir quatro mandados de busca e apreensão expedidos pela 14ª Vara da Justiça Federal de Patos (PB). A operação é uma atuação conjunta da unidade do Ministério Público Federal (MPF) em Patos, Polícia Federal, Controladoria-Geral da União e Justiça Federal.

A ação tem por objetivo desarticular esquema de fraude a licitações e desvios na aplicação de verbas federais em contratação de empresas de fachada para a construção de obras públicas no município de Malta e é continuação da Operação Desumanidade, deflagrada em 2015.

A Operação Desumanidade teve início no Ministério Público Federal, em Patos, e revelou prejuízos, somente nessa terceira fase, da ordem de R$ 1 milhão.

A ação envolve dois procuradores da República, três auditores da CGU, dez policiais federais e seis oficiais de justiça da Justiça Federal.

Tendo em vista que a investigação corre sob sigilo de Justiça, não será realizada coletiva de imprensa.

Leave a Reply

Your email address will not be published.