A Promotoria do Meio Ambiente e Patrimônio Social de João Pessoa realizou, um audiência com representantes da Prefeitura Municipal de João Pessoa e do Colégio Motiva para tratar dos problemas de mobilidade nos arredores da unidade de ensino, na Capital.

Participaram da audiência, presidida pelo promotor de Justiça João Geraldo Barbosa, representantes da Superintendência de Mobilidade Urbana (Semob), Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb) e Procuradoria do Município.

Segundo promotor João Geraldo, a Semob se comprometeu a, no prazo de 15 dias, instalar uma câmera giratória de monitoramento do cruzamento da avenida Helena Meira Lima com a rua Silvino Lopes. Também deverá apresentar laudo técnico sobre o congestionamento do trânsito no entorno do colégio.

O Colégio Motiva se comprometeu a efetivar modificações nas destinações de saída e entrada do estabelecimento no horário entre 11h15 e 13h30, como medida para amenizar o congestionamento na região. Para tanto, solicitou prazo de 15 dias, que foi concedido pelo promotor.

Uma nova audiência foi designada para o dia 24 de outubro para verificar, em caráter experimental, a resolutividade das medidas que serão tomadas pelo estabelecimento de ensino e da instalação da câmera. O promotor requisitou ainda da Semob a comprovação do quantitativo de infrações e multas ocorridas no entorno, no prazo de 15 dias.

Leave a Reply

Your email address will not be published.