“Foi eleita para concluir o mandato” Presidente nacional do PDT, manda recado para a Paraíba

O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, descartou no início desta sexta-feira (9), durante entrevista à Rádio Arapuan FM, especulações publicadas na imprensa sobre acordo com Lígia Feliciano com o governador Ricardo Coutinho (PSB) para os dois renunciarem aos respectivos cargos em abril. Lupi desmentiu as informações. O presidente do PDT mandou recado para o governador Ricardo Coutinho ao declarar que o socialista precisa entender que Lígia tem o direito de assumir.

“Ela é candidata a governadora, é o único cargo que ela pode ser candidata assumindo o governo. Ela cumpre o mandato pela qual foi eleita. Ela foi eleita vice-governadora e tem de cumprir até o final. O governador tem que entender que ela sendo vice-governadora tem o direito de assumir. A partir daí vamos construir a sua reeleição. Ela ficará no cargo”, afirmou.