Galdino ressalta que todos os sonhos que costuma ter, realiza

 

Os planos para o pleito de 2022 ainda são incertos para o presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino (PSB). Até lá, ele deverá estar filiado oficialmente ao Avante, na condição de presidente, e deve alçar voos maiores. Nos bastidores, a expectativa é de que ele mire na Câmara Federal, mas até agora tudo são especulações.

Em entrevista essa semana, o parlamentar disse que ainda não parou para pensar no que vai acontecer em 2022, mas deu pistas de que costuma sonhar e, sobretudo, realizar os sonhos que almeja, tanto é que carrega na bagagem vasta experiência pública e conhecimento acadêmico.

“Eu sempre sonhei e consegui fazer dos meus sonhos realidade”, pontuou.

O presidente fez questão ainda de ressaltar que seja qual for o cargo que conquiste, ele sempre lembrará das origens em Pocinhos, e seguirá trabalhando para um mundo melhor e mais justo.

“Essa palavra sonhar, eu lembro muito da minha mãe, quando éramos criança em Pocinhos, minha mãe dizia sempre para a gente acreditar nos nossos sonhos, que a gente procurasse estudar e tivéssemos fé em Deus, que todos os nossos sonhos se tornariam realidade. E ás vezes eu olhava para minha mãe, diante de todas as nossas dificuldades que passamos, que às vezes eu achava que ela estava com muita utopia, que aquilo não passava de um acalento de mãe. Mas realmente ouvir mãe e pai e ter na pregação deles coisas divinas, foi algo que sempre me apeguei, sempre sonhei. E foi acreditando nesses conselhos da minha mãe eu sempre sonhei e consegui fazer dos meus sonhos realidade. Eu ainda não sonhei definitivamente com o que vai acontecer em 2022. Todavia, sonhei em ser vereador e fui, sonhei em ser prefeito e fui, em ser funcionário do Banco do Brasil, em ser engenheiro, em ser advogado, deputado estadual, sonhei em ser presidente da Assembleia, também fui, e estou sonhando e vou continuar sonhando e onde quer que eu esteja vou estar sempre lembrando das minhas origens e vou estar sempre contribuindo para um mundo melhor e mais justo para todos”, ressaltou