GodStock realiza ações para dependentes químicos e codependentes

 

O movimento GodStock, que tem como princípios cuidar do próximo e a dignificação da pessoa humana, faz ações voltadas para os dependentes químicos. Neste sábado (20), os voluntários do ministério Corredor da Vida da igreja Cidade Viva farão um plantão na orla da praia do Cabo Branco, em João Pessoa, das 17h às 20h, período de maior fluxo. A ideia é acolher pessoas e familiares e divulgar o serviço, que é permanente ao longo do ano, gratuito e voltado aos dependentes químicos, mas também aos seus familiares, chamados também de codependentes.

Uma das psicólogas e voluntárias do Corredor da Vida, Luciana Lira, detalhou como será a ação deste sábado. “Os voluntários do Programa Corredor da Vida ficarão à disposição das famílias e das pessoas interessadas em plena orla do Cabo Branco, mas precisamente em frente à Empadinha Barnabé para informar, por exemplo, o que é programa, como é o funcionamento do grupo de ajuda mútua, quem pode participar e onde são realizadas as reuniões. O objetivo, na verdade, desta ação na orla é mais que divulgar este serviço que é gratuito, mas alcançar mais pessoas que passam por essa problemática referente ao uso de substâncias psicoativas e que muitas vezes sofrem sozinhas por não saberem onde procurar ajuda. O programa Corredor da Vida contempla o tratamento não apenas do dependente químico, mas também dos seus familiares, que se tornam codependentes em salas separadas”, declarou Luciana.

PALESTRA NA SEGUNDA-FEIRA – A segunda ação do GodStock, por meio do Corredor da Vida, será uma palestra sobre a temática “Dependência Química e Codependência”, que vai acontecer, na próxima segunda-feira (22), às 19h30, no Auditório Pr. Brito, no Centro de Convenções Cidade Viva. A palestra, que vai esclarecer o que é a dependência de substâncias psicoativas e também a codependência emocional dos familiares, será realizada pelo psicólogo e especialista Deusimar Guedes e pela professora e coordenadora do Grupo de Pesquisa em Saúde Mental e Dependência Química da UFPB, Silvana Maciel.

QUEM SÃO OS PALESTRANTES – Deusimar Wanderley Guedes, que tem formação em psicologia, direito e educação física, há mais de 30 anos trabalha com educação sobre drogas. É especialista em Criminologia e Psicologia Criminal Investigativa e foi agente especial da Polícia Federal na Paraíba (aposentado). Escreveu os livros “Drogas, Família e a Escola da Informação como prevenção” e “Drogas: Problemas Meu e Seu”.

 

Silvana Carneiro Maciel é professora do Departamento de Psicologia e de Pós-graduação em Psicologia Social da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). É mestre, doutora e tem pós-doutorado em Psicologia Social pelo Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa (ICS-Lisboa). Ela coordena o Grupo de Pesquisa em Saúde Mental e Dependência Química da UFPB.

O QUE É O CORREDOR DA VIDA – Pioneiro entre os ministérios da Cidade Viva em favor da dignificação da pessoa humana, o programa Corredor da Viva presta serviços gratuitos aos dependentes de substâncias psicoativas e também aos familiares há 18 anos. O Corredor da Vida, que integra o Núcleo de Cuidados Comunitários da Cidade Viva, contempla o tratamento à dependência química, buscando a transformação de vidas não somente do dependente químico, mas também de seus familiares (os codependentes).

É um grupo de ajuda mútua, que usa o método dos 12 passos, da espiritualidade e de partilhas, dando suporte ao dependente para que consiga vencer um dia de cada vez. A equipe é formada por voluntários e conta com a participação de quatro psicólogas. Os encontros acontecem todas às segundas-feiras, pontualmente das 19h30 às 21h30, no Centro de Convenções Cidade Viva, bairro Aeroclube, em João Pessoa.
Durante um período da pandemia, o serviço funcionou por meio de plataformas online, mas desde o mês de março os encontros têm sido presenciais.

O QUE É GODSTOCK – Idealizado pela Cidade Viva e surgido em 2011, o movimento Godstock é uma onda de amor em favor da dignificação das pessoas. O ano de 2021, após avanço da vacinação contra a Covid-19, marca o retorno do GodStock, que nos últimos dez anos contagiou diversas igrejas de denominações diferentes do País para intensificar ações, já realizadas ao longo do ano, no mês de novembro, reunindo um maior número de voluntários. Como o movimento cresceu no País foi criada a Rede GodStock, que combina evangelismo com ações de arte, cultura e de cidadania a serviço de diversas comunidades, além de valorização da família.

Praticar o bem, cuidar do próximo, doar um pouco de si, ser engajado ativamente na sociedade e também e responsável pela construção de um mundo melhor. Esta é a proposta do Godstock, que tem no slogan “Quando o amor vence” atitudes que compartilham a prática do amor de Deus ao próximo com os abrigos
e orfanatos de crianças, centros de reabilitação de adolescentes, nos abrigos de idosos, nos presídios (feminino e masculino), nos hospitais, com os moradores de rua e serviços para dependentes químicos e os seus familiares (codependentes) durante todo o ano.

Assessoria