Inácio Falcão reúne pré-candidatos e militância e debate ‘Cidades Democráticas’ em plenária do PCdoB

O deputado estadual e pré-candidato a prefeito de Campina Grande, Inácio Falcão, participou de uma plenária estadual com outros filiados e pré-candidatos do PCdoB da Paraíba, nesta quinta-feira (02). A reunião, realizada de forma remota, contou com a presença da presidente do Partido no Estado, Gregória Benário; da secretária de Relações Institucionais e Políticas Públicas do PCdoB, Nádia Campeão, e mais de 50 pessoas, entre militantes, filiados e pré-candidatos.

Os participantes prestaram total apoio ao nome de Inácio Falcão, debateram sobre ‘Cidades Democráticas’ e traçaram os próximos passos em defesa da democracia.

Inácio Falcão ressaltou a importância e consistência do projeto de governo e que há muitas pessoas ingressando nele. O deputado acredita que o resultado de 2020 será um espelho para 2022. O partido consolidou, em 2020, um plano de governo diferenciado que vai ficar nos anais da história.

“Todo o resultado que venha a acontecer em 2020, que seja positivo ou negativo, ele será positivo porque o partido sairá fortalecido na Paraíba. O partido, em 2020, sairá forte para que em 2022 estejamos com chapas de deputados estaduais e federais para que possamos ultrapassar a barreira que nos impõe a obrigação de poder contribuir com os números de candidatos para levar um deputado para Brasília. Teremos a responsabilidade e o compromisso de ultrapassar essa barreira. 2020 é um momento especial para o PCdoB. Há uma tendência para que ele cresça no Brasil”, disse Inácio.

Ele convocou os companheiros do partido à marcharem juntos.

“Tenho o compromisso de fazer o melhor para conquistar um resultado positivo em Campina Grande. Tenho certeza que o partido irá crescer muito no estado. Campina influencia o cenário político da Paraíba. Conhecemos todos os municípios da Paraíba com suas particularidades e dificuldades e estaremos juntos. Vocês podem contar com meu apoio”, acrescentou o pré-candidato.

Os membros do partido reconhecem a dificuldade de realizar uma campanha em um tempo de pandemia e com o país sob o governo de Jair Bolsonaro, mas estão confiantes no que o partido planejou para o avanço da sociedade brasileira.

Repórter PB