Ministério Público investiga a Prefeitura de Olho D’Água por atraso salarial de funcionários do Conselho Tutelar

 

O Ministério Público da Paraíba, através da Promotoria de Justiça de Piancó, instaurou inquérito civil para apurar o atraso do pagamento de salários dos membros do Conselho Tutelar do município de Olha D’Água.

A prefeita Joana Sabino de Almeida Carvalho, conhecida como Joana de Dr. Chico, foi oficiada, mas não respondeu ao MP.

Já o Conselho Tutelar, informou que o atraso salarial persiste, e que novamente houve um ofício do MP à Joana de Dr. Chico, que mais uma vez não se manifestou para o órgão.

“Dessa forma, considerando que o presente feito tramita há mais de seis meses e há a necessidade de mais diligências para comprovar os fatos narrados no protocolo de atendimento e acompanhar as medidas adotadas pelos interessados, DETERMINO A CONVERSÃO DO PROCEDIMENTO PREPARATÓRIO EM INQUÉRITO CIVIL, com a duração de 01 (um) ano a partir desta data, com o desiderato de concluir as investigações”, versa trecho do inquérito.

A investigação, protocolada no último dia 13, foi autorizada pela promotora de justiça de Piancó, Bruna Marcela Nóbrega Barbosa Lima.