Operação Proteção, em Mangabeira, realiza 382 testes de Covid-19 e 69 pessoas atestam positivo

Mangabeira registrou 69 novos casos de Covid-19 na manhã desta sexta-feira (29), no último dia da Operação Proteção, realizada pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), com o objetivo de melhorar a baixa taxa de isolamento social do bairro e combater a disseminação do Coronavírus.  Outros 313 casos foram descartados, num total de 382 testes realizados. A ação permanece durante todo dia com a realização de ações de limpeza, higienização e fiscalização do comércio.

Os testes rápidos para Covid-19 aplicados nesta sexta-feira (29) foram realizados em dois pontos onde foram montadas barreiras sanitárias. Na Avenida Josefa Taveira, dos 224 testes, 42 deram positivo e 182 foram descartados. Já na Rua Luiz Alberto Moreira Coutinho, dos 158 testes, 27 deram positivo, enquanto 131 foram descartados. A testagem da população faz parte de uma das medidas mais seguras – já comprovadas em vários países que controlaram a disseminação do Coronavírus – e permite construir o real cenário da pandemia na Capital, além de viabilizar medidas mais enérgicas de isolamento das pessoas contaminadas.

É o que mostra, por exemplo, a evolução do registro de casos positivos confirmados durante os três dias de Operação Proteção em Mangabeira, entre quarta-feira (27) e esta sexta-feira (29). No primeiro dia, quando foram realizados 250 testes, o resultado foi de 23 positivos. No segundo dia, dos 330 testes, 55 foram positivos. O dado mais recente, desta sexta-feira (29), comprova a evolução dos casos em relação à quantidade de testes. Dos 382 testes, 69 foram positivos. O balanço geral de toda ação em Mangabeira foi de 962 testes, 147 casos positivos e 633 descartados.

Todo esse procedimento é feito pelas equipes da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), que envolve a verificação da temperatura dos moradores e, em caso de alteração, o teste é aplicado no local, liberando o resultado em poucos minutos. Uma vez confirmado para Covid-19, a pessoa recebe todas as orientações e é encaminhada com prioridade para uma Unidade de Saúde da Família do bairro.

A Operação Proteção é realizada numa ação conjunta das secretarias de Saúde, Desenvolvimento Urbano, Mobilidade Urbana, Desenvolvimento Social, Meio Ambiente, Segurança Urbana e Cidadania, junto com o apoio do Procon-JP e da Defesa Civil.