Prefeito de Cabedelo é investigado por ‘comprar’ apoio de vereadores com empregos na gestão

 

Quanto custa um vereador? Parece um questionamento estranho, mas na cidade de Cabedelo, os parlamentares mirins da Casa Luiz de Oliveira Lima tem preço e o “comprador” seria o prefeito Vitor Hugo Castelliano.

Pelo menos essa é a denúncia protocolada no  Ministério Público da Paraíba (MPPB), através da Promotoria de Justiça Cumulativa de Cabedelo que vai apurar um suposto esquema envolvendo nepotismo e a Prefeitura de Cabedelo como cabide de empregos para vereadores. A investigação foi autorizada pelo promotor Ronaldo José Guerra.

Inquérito vai apurar “a denúncia de suposto caso de nepotismo envolvendo pessoas vinculadas a Vereadores da Câmara de Cabedelo que estariam empregadas na Prefeitura de Cabedelo, tendo tal situação anulado o poder fiscalizatório do Poder Legislativo municipal sobre os atos do Executivo”.

Conforme a portaria, o poder de fiscalizar da Casa Legislativa estaria corrompido devido a suposta troca de favores.

O Ato “poderá configurar improbidade administrativa”, conforme portaria do MP.58075-418.

Veja a denúncia no links abaixo

014.2021.001170-Portaria-2021-0001525391 (1) 2

Com informações do Expresso PB