Em atendimento a pedido da Procuradoria Geral da República (PGR) ao Supremo Tribunal Federal (STF), foram cumpridos nesta quarta-feira (13), em Brasília, mandados de busca e apreensão contra dois deputados federais pelo estado do Tocantins. Os parlamentares são investigados em inquéritos que apuram desvios de recursos públicos destinados a obras de infraestrutura. Outras 14 pessoas investigadas nas operações Ápia e Reis do Gado também foram alvo das medidas cautelares determinadas pelo ministro Alexandre de Moraes. Os pedidos tiveram origem em um acordo de colaboração premiada homologado pelo STF.

O objetivo das buscas e das intimações para depoimentos é reunir documentos e outros materiais que possam se juntar às provas já colhidas nessas investigações iniciadas em 2016. Como se trata de medidas cautelares para embasar investigações, ainda em curso, o Ministério Público Federal (MPF) não divulgará os nomes dos alvos dos mandatos e nem o do colaborador.

Leave a Reply

Your email address will not be published.