Coronel Kelson Chaves dispara que ele mesmo fecharia o Supremo ” me dê uma guarnição que eu mesmo fecho”

O Coronel Kelson, ex-comandante Geral da Polícia Militar Paraíba, declarou em uma de suas redes sociais nesta sexta-feira (22), que ele mesmo fecha o Congresso, só precisa de uma guarnição. Ele critica o pedido de apreensão do celular de Bolsonaro e diz que caso aconteça, “seria uma afronta à autoridade máxima do poder executivo.’
“Se não acharem um Cabo – com todo o respeito que sempre tive por todos os Cabos, que comigo estiveram ladeados -, que feche esse tribunal, me dê uma guarnição que eu mesmo fecho. Minha continência perene, Senhor General @genheleno!!!”
A declaração veio após o vídeo da reunião ministerial onde o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) defende uma intervenção militar. Nós queremos fazer cumprir o artigo 142. Todo mundo quer fazer cumprir o artigo 142”, afirmou.
Ele ainda destacou que para ele defender a ditadura e os militares de direita não é problema e que ninguém fala nada quando ocorrem atos de apoio a dirigentes de esquerda Che Guevara e Mao Tse-Tung na Câmara de Deputados e quando os partidos de esquerda fazem congressos em defesa de Fidel Castro.
 
Veja print
 
Polêmica Paraíba