Relator vota pela inelegibilidade de Ricardo Coutinho e julgamento é suspenso após pedido de vista

 

O relator da Ação de Investigação da Justiça Eleitoral (Aije) movida pela Coligação ”A Vontade do Povo” contra o ex-governador da Paraíba Ricardo Coutinho, Og Fernandes, pediu a inelegibilidade de Ricardo por oito anos, contados a partir da eleição de 2014, na Aije do Empreender. Além da inelegibilidade, o ministro aplicou multa de R$ 60 mil a Ricardo. A sessão foi suspensa após pedido de vista do ministro Luís Felipe Salomão.

Amanhã (28), será julgada a Aije da PBPREV. O relator também é o ministro Og Fernandes, que deve apresentar o voto. O retorno do julgamento da Aije do Empreender com o voto do ministro Luís Felipe Salomão deve ser apresentado na próxima semana.