Walber se arrepende e implora desculpas de policiais

 

 

O deputado estadual Walber Virgolino (Patriota) voltou atrás, nesta quinta-feira (13), e tentou explicar suas declarações dadas ontem contra os policiais civis e as entidades de classe da categoria.

Walber justificou que chamou os policiais de “cornos, fracos e medíocres”  e as entidades representativas da classe de “trambiqueros e cabras safados” no calor da emoção

“As declarações de ontem foram ditas no calor da emoção. Não foram ditas pelo deputado, mas pelo delegado da polícia civil, que se sentiu prejudicado. Para quem não sabe, não irei me aposentar como deputado, mas como delegado, então eu me senti atingido frontalmente como essa proposta aceita pelas entidades de classe”, disse.

Os insultos foram proferidos ontem pelo deputado, após a categoria ter aceitado a proposta do governador João Azevêdo (Cidadania), de incorporar a bolsa desempenho em 100% em 4 anos e reajuste salarial de 10%.

As criticas aos policiais e as entidades foram rebatidas pela presidente do Sindicato dos Investigadores da Polícia Civil, Suana Melo, que criticou a fala do deputado, e disse que a postura de Walber é de “despreparo”.